domingo, 22 de abril de 2012

Campeonato Nacional de Duatlo - Torres Vedras

Torres Vedras recebeu hoje o Campeonato Nacional de Duatlo (Individual e de Clubes). A prova, disputada na distância standard (9,5 kms de corrida + 38 kms de ciclismo + 4,8 kms de corrida, mais precisamente), contou com a presença de mais de 180 atletas.


O Duatlo beneficia-me competitivamente pois, uma vez que não há a natação, é-me mais fácil alcançar melhores classificações. Ia pois, para esta prova, com algumas expectativas de alcançar um bom resultado. Contudo, nunca tinha realizado nenhuma prova nesta distância, e estava algo apreensivo relativamente a como me sentiria a pedalar após os 10 kms de corrida inicial.
Sabendo que havia bons ciclistas em prova o meu objectivo passava por correr perto deles os primeiros 10 kms e, depois, no ciclismo aguenta-los o mais tempo possível. E assim fiz.


O primeiro percurso (4 voltas de corrida no Parque Verde da Várzea) - composto por um piso misto (um pouco de alcatrão e muita terra batida), bastante ondulante e com muitas curvas e mudanças de direcção - foi feito em ritmo controlado e procurando as minhas referências para a bicicleta.
Após a transição seguiam-se 6 voltas de ciclismo com 3 retornos e 2 subidas (relativamente curtas mas que faziam mossa) cada. Logo à saída do parque de transição fui apanhado por um grupo onde seguia o Pedro Pinheiro (uma das minhas referências para a bicicleta) e que eu "agarrei" com unhas e dentes. O grupo foi engrossando à medida que o tempo foi passando e formou-se um pelotão com cerca de 20 ciclistas. Apesar de ter passado por dificuldades uma ou duas vezes ao longo do segmento, quase descolando quando o grupo (onde, verdade seja dita, quase todo o trabalho foi feito pelo Pedro, pelo Tiago Lobo e por dois elementos do Golegã) acelerava com mais veemência, consegui manter-me integrado até à segunda transição e, como tal, o meu "plano" estava a correr de feição.
Para terminar faltavam ainda duas voltas ao percurso inicial de corrida. A saída do parque de transição foi, naturalmente, forte e as minhas pernas ressentiram-se imediatamente. O ísquio-tibial direito ameaçou logo uma câimbra que, só não se consumou, porque eu abrandei o ritmo. Após cerca de 500 metros de corrida o corpo lá se adaptou e consegui fazer uma segunda corrida igualmente boa, confirmando assim uma prova que me satisfez.
Aqui ficam os números.
1.ª Corrida (9,5 kms): 33' 01''
T1: 00' 32''
Ciclismo (38 kms): 1h 01' 32''
T2: 00' 27''
2.ª Corrida (4,8 kms): 17' 01''
Total: 1h 52' 34''
Classificação: 22.º Lugar Absoluto, 12.º Sénior Masculino

5 comentários:

MT disse...

Que grande prova! Tu no Duatlo és um caso sério! Abraço!

Jorge Almeida disse...

uiiiiiiiiiiii estamos a andar muito!!!!!!!! Parabéns pela grande prova!!! os treinos estão a entrar ... agora a só trabalhar um pouco mais a natação.

Triatleta disse...

Parabéns Hugo!

Estás a evoluir significativamente.

A esse ritmo de evolução, ainda vai dar uma ajuda preciosa no ciclismo ;-P

Grande abraço e até breve.

TriPP

liliana disse...

Oh Amor
És um espectáculo!!!
Fizeste uma excelente prova!! Estou mesmo muito orgulhosa em ti!!com este ritmo vais fazer uma belíssima prova em Vitória...

Bons treinos..
Beijos

sica disse...

Hugo, cheira-me que quando chegares a Aveiro vais voar baixinho, grandes corridas um abraço.