terça-feira, 26 de agosto de 2014

A Minha Solução Para a Crise...

O tempo passa e não há meio da crise se ir embora do nosso país (e já nem falo da troika que essa ainda vai demorar muito).
Os políticos que nos (des)governam vão dizendo que as condições estão melhores, que os indicadores são positivos, que Portugal está em crescimento, etc. mas "cá em baixo" não se nota nada, pelo contrário.
E, pelos vistos, todos aqueles milhares de Portugueses que estão no desemprego, todos aqueles que se viram forçados a emigrar, etc. também parece que não notam.
E a contradição é de tal forma que nos dizem que as condições estão melhores, que os indicadores são positivos, etc. mas os cortes sucedem-se a um ritmo impressionante, de tal maneira que até querem intrerromper as férias aos Exmos. Srs. deputados da nação (nem que seja para apanhar "apenas" meio mês de cortes mas é melhor do que nada, para que possamos manter as "boas" condições do nosso país)... Claro que o (des)Governo não tem culpa, a culpa é do Tribunal Constitucional e de todos nós (se não que outra razão haveria para sermos nós a pagar a crise?). Até quando???...

Eu tenho uma proposta para resolver a crise do nosso país, que vou expôr de seguida.
Dividimos o país em Portugal Bom e em Portugal Mau.
No Portugal Bom ficariam todas coisas boas que fazem o país prosperar e ficariam responsáveis por esta parte todos os que, das mais diversas maneiras, contribuem para esta evolução.
No Portugal Mau ficariam todas as coisas que nos afundam e ficariam responsáveis por esta parte todos os que levaram (e vão levando) Portugal ao fundo. Todos os que investiram onde não deviam, todos os que compraram o que não podiam, etc.
Depois era só mudar a imagem do Portugal Bom para não ser confundido com o Portugal Mau e tínhamos o problema resolvido.
O que acham?

A banda sonora (fantástica) deste post só poderia ser...

Sem comentários: