domingo, 22 de abril de 2012

Campeonato Nacional de Duatlo - Torres Vedras

Torres Vedras recebeu hoje o Campeonato Nacional de Duatlo (Individual e de Clubes). A prova, disputada na distância standard (9,5 kms de corrida + 38 kms de ciclismo + 4,8 kms de corrida, mais precisamente), contou com a presença de mais de 180 atletas.


O Duatlo beneficia-me competitivamente pois, uma vez que não há a natação, é-me mais fácil alcançar melhores classificações. Ia pois, para esta prova, com algumas expectativas de alcançar um bom resultado. Contudo, nunca tinha realizado nenhuma prova nesta distância, e estava algo apreensivo relativamente a como me sentiria a pedalar após os 10 kms de corrida inicial.
Sabendo que havia bons ciclistas em prova o meu objectivo passava por correr perto deles os primeiros 10 kms e, depois, no ciclismo aguenta-los o mais tempo possível. E assim fiz.


O primeiro percurso (4 voltas de corrida no Parque Verde da Várzea) - composto por um piso misto (um pouco de alcatrão e muita terra batida), bastante ondulante e com muitas curvas e mudanças de direcção - foi feito em ritmo controlado e procurando as minhas referências para a bicicleta.
Após a transição seguiam-se 6 voltas de ciclismo com 3 retornos e 2 subidas (relativamente curtas mas que faziam mossa) cada. Logo à saída do parque de transição fui apanhado por um grupo onde seguia o Pedro Pinheiro (uma das minhas referências para a bicicleta) e que eu "agarrei" com unhas e dentes. O grupo foi engrossando à medida que o tempo foi passando e formou-se um pelotão com cerca de 20 ciclistas. Apesar de ter passado por dificuldades uma ou duas vezes ao longo do segmento, quase descolando quando o grupo (onde, verdade seja dita, quase todo o trabalho foi feito pelo Pedro, pelo Tiago Lobo e por dois elementos do Golegã) acelerava com mais veemência, consegui manter-me integrado até à segunda transição e, como tal, o meu "plano" estava a correr de feição.
Para terminar faltavam ainda duas voltas ao percurso inicial de corrida. A saída do parque de transição foi, naturalmente, forte e as minhas pernas ressentiram-se imediatamente. O ísquio-tibial direito ameaçou logo uma câimbra que, só não se consumou, porque eu abrandei o ritmo. Após cerca de 500 metros de corrida o corpo lá se adaptou e consegui fazer uma segunda corrida igualmente boa, confirmando assim uma prova que me satisfez.
Aqui ficam os números.
1.ª Corrida (9,5 kms): 33' 01''
T1: 00' 32''
Ciclismo (38 kms): 1h 01' 32''
T2: 00' 27''
2.ª Corrida (4,8 kms): 17' 01''
Total: 1h 52' 34''
Classificação: 22.º Lugar Absoluto, 12.º Sénior Masculino

segunda-feira, 9 de abril de 2012

27.ª Sultan Marathon des Sables - 2012

A Marathon des Sables é provavelmente a mais dura prova de corrida por etapas do mundo. Decorre no Deserto do Sahara, em Marrocos, e os seus 243 km estão divididos em etapas que variam entre os 18 e os 80 kms. Esta aventura da conquista do deserto tem ainda a particularidade de se realizar em auto suficiência de alimentação (a organização não fornece nada mais do que água e local para bivacar aos atletas).
A edição deste ano, que decorre de 6 a 16 de Abril, conta com a presença de 5 atletas portugueses, entre os quais estão os meus companheiros do Porto Runners - Telmo Veloso e Susana Simões.

 
Telmo Veloso (Dorsal 869)
Susana Simões (Dorsal 870)

Podem (e devem) acompanhar toda a prova aqui.
Aproveitem também para apoiar os atletas aqui.