segunda-feira, 30 de março de 2015

Viriatos 2015

O Regimento de Infantaria n.º 14, de Viseu, comemorou mais um aniversário. E, como disse o seu comandante, as boas práticas são para manter, pelo que mais uma vez organizaram a sua "prova pedestre".


Com partida na cava de Viriato e chegada no RI n.º 14 a prova passava bem no coração da cidade.


Com o dia convidativo foram muitos (e muitas) os que aproveitaram e participaram na prova.
Com as estradas totalmente fechadas ao trânsito, um percurso sinuoso (e com sobe e desce constante) mas interessante a passar bem no centro da cidade, inscrições gratuitas e um belo repasto no final da prova (desta feita não foi o habitual rancho), esta prova tem tudo para continuar nas próximas edições.
Relativamente ao meu desempenho o balanço é positivo. Noto que me falta treino específico (intensidade) para andar a ritmos altos mas as dores (que ainda se fazem sentir) não me permitem treinar como devia/queria. Consegui seguir com um bom grupo até aos 8 kms mas aí, uma subida forte, fez-me descolar e não mais consegui apanhar os meus companheiros. No final o 13.º lugar da geral foi agradável mas o 2.º lugar dos veteranos I (e a subida ao pódio) foi a cereja no topo do bolo (um pouco amarga pois o 12.º classificado foi o 1.º veterano I).


Aqui ficam os (meus) números:
Distância: 12 km (na prova masculina e 8 kms na prova feminina)
Tempo: 45'54''
Médias: 3'48''/km e 177 bpm (o conta rotações foi sempre no red line)
Classificação: 13.º Geral Masc. / 2.º Vet. I
As classificações completas podem ser consultadas aqui.
 
Venha daí a próxima prova  (quem sabe se não será um triatlo?!...).

domingo, 8 de março de 2015

Nélson Évora

Há pessoas que nos inspiram pelos mais variados motivos e o Nelson fá-lo pela persistência e pela superação.


Após um longo e interminável calvário de lesões, operações e períodos de recuperação, o Nelson conseguiu voltar às lides da alta competição. Mas não voltou apenas para participar, para mostrar que era possível, voltou para se sagrar campeão europeu de pista coberta no triplo salto (em Praga, República Checa) com 17,19m (o melhor europeu do ano).
Parabéns Nelson!


Como diz o slogan daquela marca "Impossible is Nothing"...